15.5.12

Saxofonista Mané Silveira lembra o genial “Bird” no Almanaque Café

"Especial Charlie Parker" continua na programação das terças de maio
O "Especial Charlie Parker", realizado no Almanaque Café, bar e restaurante localizado em Barão Geraldo, apresenta nesta terça (15) o saxofonista Mané Silveira, acompanhado do grupo Alma Trio, a partir das 21 horas.
A série é uma homenagem ao grande saxofonista de jazz americano, que ao lado do trompetista Dizzy Gillespie, foi o criador e a principal voz instrumental do bebop, estilo sofisticado com o qual o jazz se tornoumúsica "para ouvir", substituindo a música "para dançar" que havia sido a marca das big bands dos anos 1940.
O especial promovido todas as terças do mês de maio, revisita a intensidade, a liberdade e a virtuosidade do saxofonista que ficou conhecido por Charlie “Bird” e influenciou de forma incalculável o jazz.
Sobre Mané Silveira
Saxofonista, flautista e compositor, tem sua trajetória ligada a grandes nomes da música instrumental brasileira. Desde 1980 participa ativamente de vários grupos importantes ligados à criação musical como Arrigo Barnabé e Banda Sabor de V Pé Ante Pé, Freelarmônica, Sax sob as Árvores, Trio Bonsai, Orquestra Popular de Câmara, e também é convidado de projetos e grupos como "Um Sopro de Brasil", grupo "Pau Brasil", Nelson Ayres Trio, Roberto Sion, Raul de Souza e grupo Dr. Cipó, "Chico Saraiva e Guinga", Swami Jr., Virada Cultural, Banda Brasil Instrumental do "Festival Brasil Instrumental" do Conservatório de Tatuí, entre outros. 

Em 2009 tocou com o pianista dinamarquês Thomas Clausen, um dos grandes nomes do jazz europeu, apresentando-se na Dinamarca e Suécia. Em 2010, lançou um novo trabalho, “Mané Silveira Quinteto”, pelo selo Kalamata, e participa da banda brasileira conduzida pela compositora e arranjadora Maria Schneider, no Auditório Ibirapuera.

http://www.campinas.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário