27.4.13

NOVO PORTAL OFICIAL DA PREFEITURA DE TUPÃ

Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
0800 773 1600

Mudança no direito autoral mobiliza nata da MPB

Reunião na casa de Paula Lavigne, na terça, iniciou debate; Marta Suplicy peregrina com projeto entre grandes nomes da música

Jotabê Medeiros - O Estado de S.Paulo

A ministra Marta Suplicy iniciou uma ofensiva entre os medalhões da música popular brasileira para convencê-los da necessidade da fiscalização das atividades do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos (Ecad), além da mudança das regras que regem a instituição. Marta já procurou Caetano Veloso e a Gilberto Gil e deve prosseguir essa semana com as visitas.

Encontro na casa de Paula Lavigne - Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Encontro na casa de Paula Lavigne

O primeiro resultado dessas incursões foi visível no domingo e na terça, numa reunião no Rio de Janeiro da qual participaram Djavan, Racionais MC’s, Emicida, Gaby Amarantos, Frejat, Fernanda Abreu, Jota Quest, Otto, Leoni, Caetano Veloso, Tim Rescala, Ivan Lins e até emissários do cantor Roberto Carlos.

21.4.13

Fazer música: um ato de amor?

Bate  papo  Musical

Tendemos para a felicidade com a mesma força com que objetos tendem a seu centro gravitacional. Ninguém busca, em consciência, a infelicidade. Mesmo em casos extremos como o suicídio, a pessoa insatisfeita acredita estar buscando a felicidade livrando-se de uma vida que, erroneamente, considera insuportável. A fidelidade, como afirma a psicologia, é a contraprova. Ninguém aceita uma declaração de amor como: “Eu te amo com dois terços do meu coração” ou “Eu te amo com todo o meu coração, mas só até o ano que vem”. É como se o amor, base da fidelidade (entenda-se felicidade), pedisse integralidade, totalidade, entrega completa.

A Música no desenvolvimento cerebral

Música  e  Ciência

Faz poucos dias, tomei contato com a publicação acima, onde relembrei conceitos que, para muitos, ainda são desconhecidos. Por ser expressão criativa e sensível, a linguagem musical potencializa a criatividade da pessoa e favorece o desenvolvimento afetivo e emocional. Você sabia que o órgão da audição começa a se desenvolver antes mesmo do nascimento de um bebê? Pois é, comprovou-se que desde o 4º mês da gestação o feto pode escutar, sendo a batida do coração da mãe o primeiro contato com o “som rítmico” que auxilia o feto a formar-se harmonicamente e a sentir-se bem. A baixa frequência sonora da batida do coração da mãe tranquiliza o bebê, que tranquilamente adormece, contrariamente a sons agudos, de alta frequência, em que fica agitado…. Suzuki (autor do famoso método que leva seu nome), chegou a comprovar a enorme facilidade com que uma aluna sua de violino, de 6 anos de idade, tinha para interpretar obras que sua mãe havia escutado no período de gestação. Em outras palavras – para aqueles que ainda não o sabem – uma mãe gestante pode comunicar-se com o filho pelo tato, mas também pela música (conhecida como estimulação precoce).