27.6.14

AJUSTES E ALTERAÇÕES NO BLOG

manutencao Estamos  efetuando  ajustes,  alterações  e  correções  em  todo  o  Blog.  Brevemente  concluiremos,  desculpem  possíveis  contratempos.

26.6.14

Orquestra Jovem Tom Jobim faz concertos em São Paulo

Repertório mescla choro, baião, bossa nova e música instrumental norte-americana

Nesta sexta-feira, 27 e sábado, 28, a Orquestra Jovem Tom Jobim apresenta seu repertório que mescla choro, baião, bossa nova e música instrumental norte-americana. O espetáculo acontece no Theatro São Pedro, na Capital e a entrada é gratuita.
Sob a regência do maestro titular Roberto Sion, participações de Maurício Einhron (harmônica) e Heraldo do Monte (guitarra), a Orquestra Jovem Tom Jobim abre os concertos com Aquarela de Sambas e segue com A Child is Born, escrita pelo compositor e trompetista de jazz Thad Jones e gravada por vários músicos importantes, como Tony Bennett e Bill Evans.
Entre os destaques do repertório estão a música tema de futebol Um a zero do mestre Pixinguinha, Na Baixa do Sapateiro, de Ary Barroso e que ficou eternizada na voz de Caetano Veloso e Qui nem Jiló, clássico do baião de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, composta em 1949. A Orquestra também faz um passeio pelo jazz e a bossa nova, tocando alguns clássicos do compositor e gaitista brasileiro Mauricio Einhorn, o maior expoente do instrumento no país e um dos maiores do mundo, como as canções Toy e Estamos Aí.
Nos dois dias, a Orquestra também interpreta obras de George Gershwin e Ira Gershwin, de Heraldo do Monte e do maestro Roberto Sion.

SERVIÇO

Orquestra Jovem Tom Jobim

27 e 28 de junho, 20h
Theatro São Pedro - Rua Doutor Albuquerque Lins, 207, Barra Funda, São Paulo
Entrada gratuita - retirada de ingressos na bilheteria com 1 hora de antecedência ao início do espetáculo

http://saopaulo.sp.gov.br/index.php

Prêmio MIMO Instrumental, voltado para novos talentos da música brasileira, tem inscrições até 11/7

Música

http://virgula.uol.com.br/musica/

Fonte: Getty Images

Herbie Hancock

A descoberta de novos talentos brasileiros é uma das novidades do Festival MIMO deste ano. Até 11/7, estão abertas as inscrições para o edital do Prêmio MIMO Instrumental 2014, que selecionará músicos de 18 a 35 anos de todo o país para integrar a programação oficial do festival nas cidades de Ouro Preto (MG, de 29 a 31 de agosto), Olinda (PE, de 4 a 7 de setembro), Paraty (RJ, de 10 a 12 de outubro) e Tiradentes (MG, de 17 a 19 de outubro).
“Ao trazer para o MIMO grandes nomes da música mundial como Herbie Hancock, Phillip Glasse Nelson Freire em apresentações gratuitas, temos um trabalho de formação de plateia e fomento do gênero no país. Este ano, damos um passo à frente ao criarmos um prêmio que possibilita a descoberta de músicos jovens e de grande talento”, explica a produtora cultural Lu Araújo, idealizadora do festival.

Os interessados devem fazer a inscrição através do portal www.mimo.art.br. Podem se candidatar solistas ou grupos de instrumentistas formados por até cinco pessoas, com trabalhos autorais ou não, nas categorias de música clássica ou popular. A comissão de avaliação será formada por personalidades e formadores de opinião de várias vertentes da música no país e vai receber links de vídeo hospedados no Youtube ou Vimeo; links de áudio hospedados no Soundcloud, Mixcloud, YouTube, Myspace e Bandcamp, além do currículo dos artistas.

Ao fim da avaliação, serão selecionados quatro solistas e/ou grupos que terão a oportunidade de se apresentar em uma das cidades do MIMO com as despesas cobertas pelo festival. Além disso, cada vencedor (ou grupo) receberá prêmio no valor de R$ 2 mil. O resultado será divulgado no portal www.mimo.art.br no dia 15 de julho de 2014.

Em sua 11ª edição, o maior festival gratuito de música instrumental do Brasil, será realizado em Ouro Preto (29 a 31/08), Olinda (4 a 7/9), Paraty (10 a 12/10) e Tiradentes (17 a 19/10).

Desde 2013, a programação se estendeu para o Rio de Janeiro e São Paulo, promovendo a expansão de seu conceito e de suas ações. A programação acontece em espaços do patrimônio histórico como igrejas, teatros, museus e praças. O MIMO nasceu em 2004 em Olinda, em Pernambuco. A cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, passou a integrar o festival em 2012 e conquistou lugar cativo na programação. O mesmo aconteceu em Paraty, no Rio de Janeiro, que passou a fazer parte do circuito em 2013.

http://virgula.uol.com.br/musica/