18.8.17

O jazz concebido na Ponte Williamsburg, a Sonny Rollins Bridge

18/08/2017 - 01h20

Sonny Rollins (Foto: theparisreview.org)Sonny Rollins (Foto: theparisreview.org)

O saxofonista Sonny Rollins, era um músico de muito prestígio na cena jazz norte americana, em 1959. Para surpresa de todos, naquele ano decidiu largar gravações e shows e sair do circuito. Ele achava que não era um músico tão bom como diziam e que precisava se dedicar mais à prática do saxofone. O local escolhido para suas exercícios também surpreendeu, quando descoberto: a Ponte de Williamsburg, que liga Manhattan ao Brooklin.

Sozinho, sobre o East River, podia soprar o saxofone com toda a potência de seus pulmões, porque não iria incomodar ninguém. No prédio onde morava, no Lower Est Side, os vizinhos não aguentavam as horas e horas de ensaios do músico. O estágio na ponte, visava poupar, especialmente, uma das moradoras, que tinha uma gravidez difícil e precisava de repouso.

DIVULGANDO A ESTÂNCIA

GENIAL - Música e Alegria



Helen amvroseva e George Shakhnin em uma rotina musical circense que se transformou em um clássico. Um excêntrico duo de ventos com um final inesperado.