23.10.17

Rio perde dois patrimônios de sua cultura

CULTURA

A comemoração dos 90 anos da Gafieira Estudantina Musical, em 2018, não terá casais a rodopiar no velho piso de madeira. O silêncio também vai marcar os 20 anos do Bar Semente, a se completar na mesma época. Patrimônios culturais do centro do Rio, as duas casas, a primeira, templo da dança de salão, de frente para a Praça Tiradentes, a segunda, palco da Lapa dedicado ao melhor da música instrumental brasileira, do samba e do choro, anunciaram o encerramento de suas trajetórias de sucesso nas últimas semanas.

O motivo é o mesmo: a queda de público, em decorrência do aumento da violência e da desordem urbana na região e também da crise financeira, e a consequente dificuldade para segurar as contas. Enquanto a tradicional gafieira deve mais de R$ 4 milhões à Ordem Terceira do Carmo, proprietária do imóvel que ocupa há 39 anos, e do qual foi despejada segunda-feira passada, o Semente, precursor do movimento de recuperação da degradada Lapa, viu seu movimento cair entre 30% e 40% de 2016 para cá, e fechou para que o prejuízo não aumente.

21.10.17

Tupã 88 Anos HISTÓRIA

As 20 músicas mais felizes de todos os tempos

As 20 músicas mais felizes de todos os tempos

Helena Oliveira

POR HELENA OLIVEIRA

EM MÚSICA

A revista americana Billboard reuniu em uma lista as 20 músicas mais felizes de todos os tempos. De acordo com a publicação, o ranking é baseado no desempenho do gráfico semanal Billboard Hot 10, do qual foram extraídos os sucessos que levantaram o astral dos ouvintes ao longo de gerações.

19.10.17

Todos ao Jazz!

Roger Lerina Roger Lerina

18/10/2017 17:57

Não é exatamente novidade, mas também não chega a ser notícia velha: o jazz se arranchou na cidade. A bem da verdade, o gênero nunca se ausentou por completo de Porto Alegre - a dieta, no entanto, foi quase espartana entre os meados dos 1990 e os princípios dos 2000. O êxito artístico e a boa recepção de público no último final de semana do Villa do Jazz parece ter selado a reconciliação entre o estilo musical e a capital gaúcha. No sábado e no domingo, em um palco apropriadamente montado bem no meio do Centro de Eventos do BarraShoppingSul, passaram oito formações da nova cena jazzística gaúcha - jovens músicos entre vinte e poucos e trinta e tantos anos. Do tradicional ao funky jazz, passando pelo "manouche" e pelo samba-jazz, do improviso sobre um tema instrumental ao standard da canção norte-americana - o evento foi uma boa amostra da variedade e qualidade da produção atual desse tipo de música aqui no Estado. Filho legítimo do POA Jazz Festival - que, por sua vez, surgiu na esteira do Canoas Jazz, cuja primeira edição rolou em 2011 -, o Villa do Jazz teve concepção e curadoria de Carlos Badia e Carlos Branco. Os dois Carlos, aliás, anunciam para os dias 9, 10 e 11 de março de 2018 o 4º POA Jazz Festival, novamente no BarraShoppingSul.

Penúltima Viagem de Trem de Mairinque a Mongaguá SP 1994 Fepasa E F Sorocabana.

70% DOS MÚSICOS AFIRMAM SOFRER DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO


NOTÍCIAS

Estudo realizado no Reino Unido pretende entender os motivos do alto índice para gerar transformação

por Redação em 18/10/2017

Após o suicídio do líder do Linkin Park, Chester Bennington, mais e mais artistas passaram a falar sobre a necessidade de tirar o estigma sobre a saúde mental e ter ajuda psicológica quando eles mais precisarem. Porém, sabe-se muito pouco sobre a magnitude do problema e falar sobre o assunto é diferente de instigar uma mudança real. Como quantificamos o peso dos problemas de saúde mental na indústria musical e, mais criticamente, como podemos transformar esses dados em ações?

Help Musicians UK (HMUK), maior instituição de caridade do Reino Unido de música independente, tenta responder essa pergunta com a segunda edição de seu estudo sobre saúde mental Can Music Make You Sick? (A Música Pode Te Deixar Doente?, em tradução livre), lançado nesta segunda-feira (16/10). Com a participação de mais de 2.200 músicos, o estudo é o maior deste tipo até hoje, e analisa a prevalência de dificuldades com a saúde mental na música e as pressões que existem para todos que trabalham nessa indústria.

chesterbennington

Enquanto o título do estudo é provocante, ele traz luz ao tenso relacionamento entre a arte e a prática dela: artistas podem encontrar conforto e cura no processo criativo, mas as condições de trabalho de conquistar uma carreira na música podem ser muito traumáticas.

17.10.17

Trem em Tupã e Adamantina - Final da década de 1940


Publicado em 19 de fev de 2014


Este vídeo promocional, provavelmente de 1949, foi feito para mostrar a construção da ferrovia entre Tupã e Adamantina e o desenvolvimento da segunda. Naquela época era comum as prefeituras contratarem empresas produtoras de vídeo para mostrar os pontos positivos da cidade de forma ufanista.
A inauguração da ferrovia em Tupã ocorreu em 15 de novembro de 1941. A cidade permaneceu como ponta de linha, ou seja, a última estação, até 1º de abril de 1949.
Nesta data foram inauguradas as estações de Universo, Iacri, Parapuã e Osvaldo Cruz.

Um ano depois, em 20 de abril de 1950, eram inauguradas as estações de Inúbia Paulista, Lucélia e Adamantina.
A próxima estação, Flórida Paulista, foi inaugurada em 25 de maio de 1959, portanto Adamantina ficou nove anos como ponta de linha.
A última estação, Panorama, foi inaugurada em 20 de janeiro de 1962.
Na época em que a ferrovia chegou a Panorama vários trechos da rodovia SP 294, ligando Bauru ao Rio Paraná, estavam sendo asfaltados.
Até o início da década de 1960 não havia nenhuma rodovia asfaltada na Alta Paulista e Nova Alta Paulista.

Tupã 88 anos de História.

14.10.17

Música Não é Para Todos! É Para Poucos

                          

  • Vivo ministrando aulas de música, de forma contínua, desde 1989, participando assim da formação de vários colegas que hoje também dão sua contribuição para o engrandecimento da nossa arte. Ao longo do tempo, adquiri algumas certezas e muitas dúvidas sobre o exercício desta profissão.

Tento a seguir ordenar alguns argumentos e questões sobre o fato.

  • O que é preciso para ser músico?

12.10.17

Em noites jazzísticas, homenagem aos 80 anos de Baden Powell

CULTURA

Na virada para os anos 1990, quando Philippe Baden Powell contava doze para treze anos, ele escreveu um bilhete pedindo que a mãe, dona Silvia, convencesse o pai a deixá-lo enveredar profissionalmente pela música. Devoto do violão, Baden Powell (1937-2000) não queria que seus meninos, Philippe e Marcel, este quatro anos mais novo, abraçassem um ofício tão sacrificante. Diante do pedido formal, ele cedeu, mas logo avisou: “Não quero mediocridade, tem que se dedicar!”

TUPÃ 88 ANOS

TUPA 88

PARABÉNS TUPÃ

7.10.17

Banda Marcial Cristo Redentor completa 50 anos; conheça a história


É uma trajetória que se inicia com a antiga Guarda Mirim e que conserva como herança as práticas de disciplina e responsabilidade

6 OUT 2017 - 09h:08Por Redação

Banda Marcial Cristo Redentor em apresentação no Dia da Independência do Brasil, neste anoBanda Marcial Cristo Redentor em apresentação no Dia da Independência do Brasil, neste ano - Hugo Leal/JPNEWS

A Banda Marcial Cristo Redentor, de Três Lagoas, vem comemorando e revivendo, desde o dia 1º de outubro, uma rica história de 50 anos de sucesso.

As comemorações começaram a ser partilhadas com os mais de 220 alunos, crianças, adolescentes e jovens, dos 11 anos em diante, que participam, de segunda-feira a sexta-feira, em dois períodos, do SCFV Banda Cristo Redentor, coordenado pelo maestro Luiz Carlos Relíquias.

O auge das comemorações do Jubileu de Ouro (50 anos) será em evento especial, agendado para o dia 15 de dezembro, numa sexta-feira, com uma histórica apresentação, já denominada “Audição dos 50 Anos da Banda Cristo Redentor”.

Nesse dia, “estaremos também prestando homenagens merecidas a várias pessoas e suas famílias, que marcaram, de uma maneira ou de outra, a história da nossa Banda Marcial Cristo Redentor”, anunciou a secretária de Assistência Social de Três Lagoas, Vera Helena Arsioli Pinho.

Tra sogno e realtà