16.6.11

Projeto Guri lança ação de empréstimo de instrumento

EQUIPE AE - Agência Estado

O Projeto Guri, programa sociocultural do Governo de São Paulo que atua no interior do Estado com 51 mil alunos, lançou uma ação que visa emprestar instrumentos e acessórios aos alunos das turmas mais avançadas, com o objetivo de criar hábitos regulares de estudo e maior desenvolvimento técnico-musical. Em fase inicial, o programa foi aplicado nos 12 polos regionais do Projeto Guri, nos quais, a partir de agora, e durante todo o próximo semestre, os alunos terão à sua disposição mais de 2.700 instrumentos, entre violões, clarinetes, violinos, violoncelos, saxofones e muitos outros.

"O Guri inova com mais esta ação, oferecendo agora o empréstimo de instrumentos para os alunos estudarem e aperfeiçoarem a prática musical em suas casas", diz o Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo, em texto de divulgação do Projeto Guri. "A aprendizagem de um instrumento requer dedicação, treino e disciplina. Para o aluno progredir, é necessário que ele pratique sua técnica diariamente e de forma continuada" completa Alessandra Costa, diretora executiva da Associação Amigos do Projeto Guri (AAPG), executora do Projeto Guri.

Segundo ela, em sala de aula é possível observar a diferença entre os alunos que têm seu próprio instrumento em casa, a seu dispor, e os que não o tem, já que o tempo de estudo em casa permite relembrar, aperfeiçoar e aprofundar o conteúdo trabalhado na aula. Os empréstimos serão concedidos por um período semestral com possibilidade de renovação por outros semestres, incluindo períodos de férias.

Os empréstimos de instrumentos já estão em funcionamento desde a última semana de maio, nos polos regionais de Araçatuba, Itapeva, Jaú, Jundiaí, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Santos, São Carlos e Sorocaba. A AAPG, organização social de cultura, compartilha com a Secretaria de Estado da Cultura a gestão do Projeto Guri desde 2004.

Além do governo do Estado - seu idealizador e realizador - a AAPG conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. As empresas que queiram colaborar com a AAPG e contribuir para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens podem usufruir de leis de incentivo fiscal como a Lei Rouanet e o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (Fumcad). Pessoas físicas também podem contribuir com a AAPG. Visite o site www.projetoguri.org.br ou entre em contato por meio do telefone (0XX11)3862-3323.

ESTADO.COM.BR -

CULTURA

http://www.estadao.com.br/noticias/

Nenhum comentário:

Postar um comentário