10.9.11

EUPHONIUM, BARÍTONO, OU… BOMBARDINO?



“Quando eu estava no ensino médio (antigo colegial), meus pais decidiram comprar um novo instrumento para mim no lugar do modelo que eu estava utilizando. O vendedor da loja de música me mostrou um “barítono” King, top de linha de três válvulas/pistos. O vendedor disse que era um excelente instrumento, mas se eu fosse um grande músico, eu deveria gastar mais USD 80. Pelo dinheiro extra que eu gastaria eu não iria obter um mero barítono, mas um verdadeiro *** E * U * P * H * O * N * I * U * M *. Quando lhe perguntei qual era a diferença, ele explicou: “A diferença é que um barítono tem três válvulas, enquanto um euphonium(¹) tem quatro”. Ele também me disse que um euphonium tem um outro “calibre” (diâmetro interno da tubulação), e soa mais agradável que um barítono. E eu encomendei o instrumento mais caro.
Com o passar dos anos, aprendi que a única diferença entre estes dois instrumentos era a válvula extra. O vendedor não estava tentando me enganar, ele estava simplesmente tão confuso como a maioria das pessoas sobre a diferença entre um barítono e um euphonium. Ao longo dos anos, tenho ouvido muitas explicações incorretas sobre esta diferença. Algumas delas são: um euphonium tem quatro válvulas, um barítono três; se ele toca em clave de fá é um euphonium, se ele toca em clave de sol é um barítono; o barítono é um euphonium um pouco menor; o barítono tem a campana apontada para frente, o euphonium aponta para cima; e (atribuído a Robert King): “Euphonium é um barítono bem tocado.”
Nos E.U.A., se perguntarmos para uma pessoa na rua, ela não saberá o que é um barítono ou euphonium. Isto é em parte devido à falta de exposição dos instrumentos, mas se ele já tivesse visto algum, ela poderia ainda confundir com uma tuba, barítono, saxhorn, ou um euphonium. Além disso, o nome barítono é por vezes confundido com “saxofone barítono” ou a voz de cantor barítono.
Tenho consultado dezenas de livros para compreender a diferença entre estes dois instrumentos. Estas fontes incluíram dicionários, enciclopédias, dicionários de música e textos sobre música. Todos concordaram sobre a definição geral desses dois instrumentos, embora nenhum tenha citado nada de específico quanto às medidas delas. Eles concordam no seguinte: um barítono tem um tubo mais fino, e na sua grande parte mais cilíndrico, e uma campana menor se comparado a um euphonium, o qual tem uma boa parte de sua tubulação mais cônica. O som do barítono é mais leve e mais brilhante, enquanto que o euphonium tem um som mais escuro e mais possante. Quatro fontes bem conhecidas têm distinguido como segue:
FONTEBARÍTONOEUPHONIUM
The New Grove Dictionary of Music and MusiciansTubos mais estreitosTubo mais largo; tom mais envolvente e amplo; bocal mais fundo; tenor da familia das tubas
International Encyclopedia of Music and MusiciansSom e tubos mais estreitos; taça do bocal semi-cônica; 3 válvulasSom e tubos mais amplos; tubos semi-conicos; bocal com taça profunda; de 3 a 5 válvulas
New Harvard Dictionary of MusicTubo mais estreito; com a forma de um trompeteTubo mais largo; com a forma de flugelhorn
New Oxford Companion to MusicTubo mais estreitoTubo mais largo; chamado de “baritone” nos E.U.A
Essas declarações são suficientes para categorizar os instrumentos atualmente no mercado, mas ainda há uma notável confusão entre euphoniums e barítonos.
Um euphonium Conn, estilo americano, se encaixa muito bem nas medidas dos outros euphoniums estilo tradicionais, e mesmo assim este instrumento é mais freqüentemente chamado de “barítono” do que “euphonium.” A linha Conn é bem interessante a esse respeito. Seus vários modelos compartilham todos as mesmas dimensões de tubos, campanas, tamanhos, e formas cônicas, mas a Conn tem listado geralmente como seu modelo mais caro o “euphonium” e entre seus modelos mais baratos o “barítono”. Outras companhias americanas têm seguido o mesmo caminho, aparentemente devido à sensação de que o nome “euphonium” justifica um custo mais elevado e de melhor qualidade.
Um exemplo quase humorístico da confusão de definições foi encontrado no já quase extinto euphonium de campana dupla (foto). Este foi um instrumento com uma válvula extra para enviar o som para a sua campana de maior dimensão ou para uma de menor dimensão, como a de um trombone. A campana menor dava lhe um som mais brilhante, semelhante a de um barítono. Até onde eu saiba, este instrumento nunca foi chamado de “barítono de campana dupla”. O mesmo instrumento sem a campana menor era (e é) freqüentemente chamado de barítono. A incoerência é que a versão de campana dupla era capaz de emitir um som aproximado ao som de um barítono, enquanto que o instrumento com uma só campana, com o de um euphonium.
Os instrumentos que possuo são feitos na Inglaterra pela Sterling e são típicos, como muitos outros fabricados da Europa e no Japão. Meu euphonium tem a campana na posição vertical, válvulas laterais, e tubo com calibre interno de 0.592 polegadas (15mm). Este tipo de instrumento é raramente chamado de barítono. Eu também uso um barítono com campana na vertical e válvulas laterais. Este instrumento tem um calibre de 0.522 polegadas (13.3mm) e uma campana ligeiramente maior do que a de um trombone. Ele Possui um som muito mais brilhante do que o meu euphonium. Este tipo de instrumento nunca foi praticamente chamado de euphonium. O tubo do euphonium é quase que inteiramente cônico.
O tubo do barítono é muito mais cilíndrico. A natureza do calibre cilíndrico do barítono pode ser demonstrada retirando-se o tubo de afinação e invertendo-o. Ele irá se encaixar perfeitamente no instrumento, mesmo invertido; mas o mesmo não ocorrerá com o euphonium se tentarmos inverter este tudo deafinação.
Embora a maioria concorde com os nomes dos meus instrumentos, isto não ocorre com os instrumentos em muitas bandas de escolas públicas nos E.U.A. Eles são semelhantes aos Conns acima mencionados, e geralmente possuem um calibre de 0.560 pol. (14.2mm) e campanas voltadas pra frente, com cerca de 10.5 polegadas (26,7cm) de diâmetro (embora muitos sejam feitos com campanas na vertical também). Mesmo um exame superficial do tubo vai mostrar que está quase que inteiramente cônico. Acredito que este tipo de instrumento foi originalmente concebido para permitir que um único instrumento tocasse músicas para euphonium como para um barítono. Embora as primeiras amostras deste tipo de instrumento “híbrido” possuíssem um som quase que centrado entre um euphonium e barítono, o desejo de um som mais suave e cheio, levou os fabricantes a mudarem gradualmente as características do instrumento. A versão moderna tem um som muito próximo ao dos euphoniums europeus e japoneses. Eles têm um som ligeiramente mais brilhante, mas não tão brilhante como um verdadeiro barítono.
Além disso, em comparação com os meus próprios instrumentos, o calibre 0.560 pol. é um pouco mais próximo dos 0.592 pol. do que 0.522 pol. de um barítono.
Deixando as dimensões de lado, a minha experiência em tocar as mais variadas marcas deste tipo de instrumento com campana para a frente é que ele soa como um euphonium. Há um velho ditado (norte-americano, claro) que vai bem de encontro a isso: “If it looks like a duck and waddles and quacks, then call it a duck.” (“Se algo se parece com um pato, anda como um pato e faz “quack”, então o chame de pato”). Este tipo de instrumento com campana para frente, certamente deve ser chamado de euphonium. Todas as definições que encontrei iram apoiar este título, baseado nas características que estes instrumentos possuem. O fato de eles serem ligeiramente menores em calibre e som diferentes dos comumente encontrados na Europa e no Japão, certamente não deve desqualificá-los do título “euphonium.”
Vejam as fotos e comparem o barítono, o euphonium tradicional e um euphonium americano moderno.


Veja o trombone atual. A maioria dos músicos sinfônicos utilizam trombones com grande calibre (cerca de 0.547 polegadas – 13.9mm) e grandes campanas. No entanto, muitos trombones são feitos com calibres no intervalo de 0.500 a 0.515 polegada (12.7mm a 13.1mm) e com campanas menores. Eles soam um pouco menos intensos e mais brilhantes do que os seus irmãos maiores, mas mesmo assim eles ainda são chamados trombones.
Editoras de músicas partilham da mesma confusão. Como músico profissional, toco uma grande quantidade de músicas todo ano. Roughly 80% of the music I played was marked “baritone,” and yet about 1% of it was actually intended to be played on a true baritone. Cerca de 80% das músicas que toquei estavam assinaladas como sendo para “barítono”, e somente cerca de 1% destas obras eram realmente para barítono.
Embora possa parecer mais desagradável ter de dizer “euphonium”, em vez de “barítono”, vamos ajudar aos outros a adquirirem o hábito de usarem o nome correto para esses instrumentos. É tempo de acabar com a essa confusão.”
NT: (¹) Foi preservada a escrita do nome do instrumento no original (euphonium), contudo, pode ser encontradas versões como eufônio ou eufonium.
No Brasil, para complicar ainda mais a situação, há o “bombardino”, provindo do diminutivo de “bombardão” (military bombardon), o qual, tecnicamente falando, seria o tenor da família dos saxhorns. Há pelo menos cinco tamanhos de saxhorns(do mais agudo ao mais grave): o saxhorn sopranino em Mi bemol, o saxhorn soprano em Si bemol, o saxhorn alto em Mi bemol, a saxhorn tenor em Si bemol (também conhecido por barítono ou bombardino), e o saxhorn baixo em Mi bemol (também conhecida por bombardão ou tuba). A similaridade do nome com o saxofone é devido ao inventor ser o mesmo (Adophe Sax)


(Conforme texto original: “Euphonium, Baritone or ???” em www.dwerden.com/eu-articles-bareuph.cfm)
Artigo de David Warden. Traduzido e adaptado para o português por Orivaldo Hosti.
David Werden é graduado na Universidade de Iowa e foi solista de euphonium na United States Coast Guard Band (Banda da Guarda Costeira dos EUA) por mais de 20 anos. Atualmente vive em Minnesota e leciona tuba e euphonium na Universidade de Minnesota nos EUA.
Orivaldo Hosti é flautista e saxofonista, cursou música na Faculdade Teológica Batista de São Paulo.

Euphonium Conn com duas campanas
Barítono Euphonium/Eufonio/Eufonium
Imagem
Modelo de um Euphonium Americano moderno
Matéria obtida no Portal  OUTROS  VENTOS
http://www.outrosventos.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário