26.8.14

Música instrumental é tema de shows e workshops com 140 vagas gratuitas

Atividades são realizadas pela Oficina Cultural Timochenco Wehbi.
Músicos como Fúlvio Oliveira e Ricardo Herz participam da programação.

Do G1 Presidente Prudente

Trio Corrente está entre as atrações do festival (Foto: Jorge Rosenberg/Divulgação)TTrio Corrente está entre as atrações do festival (Foto: Jorge Rosenberg/Divulgação)

A Oficina Cultural Timochenco Wehbi realiza, entre quinta-feira (28) e domingo (31), o evento Música Instrumental em Presidente Prudente (MIPP). Além de shows, estão programadas ações de formação, por meio de workshops, com 140 vagas gratuitas. Já os ingressos para as apresentações devem ser retirados com duas horas de antecedência.

A primeira ação é o workshop “A Guitarra no Jazz”, coordenado pelo guitarrista Fúlvio Oliveira. O enfoque é a improvisação com o instrumento, por meio de aspectos técnicos. O músico, que começou a tocar com nove anos de idade e estudou com profissionais como Mozart Melo e Djalma Lima, atualmente finaliza seu segundo álbum, com participação do pianista norte-americano Sam Yahel. Será na quinta-feira, às 16h, na sede do Timochenco.

Ricardo Herz Trio abre a programação de shows com o repertório de "Aqui é o Meu Lá", o quarto álbum de sua carreira, que traz composições próprias e conta com a direção musical de Benjamim Taubkin. A apresentação ocorre no Teatro Paulo Roberto Lisboa, no Centro Cultural Matarazzo, também na quinta-feira, às 20h.

Na estrada há mais de 30 anos, Geraldo Vieira comanda na sexta-feira (29), às 16h, o workshop O Baixo no Jazz, no Timochenco. Ele ensinará técnicas para uma melhor performance com o instrumento. Como educador musical, o músico produziu também o o método “Conceitos para Improvisação”.

Na mesma data, às 20h, o Trio Corrente traz para a cidade seu repertório autoral, além de interpretações de clássicos do choro e da MPB. Formado há 11 anos por Fabio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro, o grupo realizou colaborações com grandes nomes da música nacional e internacional desde 2009. A apresentação ocorre no Teatro Paulo Roberto Lisboa.

O jazz é desmistificado pela atividade “História do Jazz”, no sábado (30), às 14h, na própria Oficina Cultural. Coordenada pelo jornalista e escritor Helton Ribeiro, a atividade traçará, com o apoio de imagens e gravações, a trajetória do gênero desde seu surgimento.

Às 19h do mesmo dia, o Grupo de Percussão do Projeto Guri de Ourinhos faz um show ao ar livre, em frente ao teatro do Matarazzo. Eles interpretam peças que transitam entre o universo erudito e popular. Na sequência, às 20h, Raul de Souza e Quinteto interpretam um repertório que inclui Tom Jobim, Nelson Cavaquinho e oito temas originais no teatro.

No domingo (31), às 19h, é a vez da Orquestra do Projeto Guri de Presidente Prudente se apresentar. Com naipes de sopro, cordas e percussão, os alunos trazem peças clássicas na sala de exposições do Matarazzo. Para fechar o evento, às 20h, David Feldman Trio sobe ao palco do Teatro Paulo Roberto Lisboa. O jovem foi escolhido entre os dez melhores pianistas do mundo na competição do Festival de Jazz Montreaux em 2004.

Serviço - Mais informações sobre as inscrições e o evento podem ser obtidas pelo telefone do Timochenco Wehbi, que é o (18) 3222-3693.

http://g1.globo.com/   {{ titulo }

Nenhum comentário:

Postar um comentário