6.2.14

Marty Friedman: "Guitarristas, não percam seu tempo com música instrumental"

Traduzido por Leonardo Daniel Tavares da Silva | Fonte: Blabbermouth |

Ivan Chopik do GuitarMessenger.com conduziu uma entrevista com o ex-guitarrista do MEGADETH Marty Friedman na NAMM (National Association Of Music Merchants) deste ano , que ocorreu de 23 a 26 janeiro no Centro de Convenções Anaheim, em Anaheim, Califórnia. Agora você pode assistir o bate-papo abaixo.

Questionado sobre o conselho que ele poderia oferecer para guitarristas que entram em cena hoje, tentando deixar a sua marca e encontrar o sucesso na indústria, Marty disse: "Eu estou supondo que eles já estão tocando em bandas e coisas assim.

"Primeiro de tudo, a música instrumental - não vá por esse caminho. Música instrumental é um gênero difícil. É a coisa mais divertida de tocar, porque você não tem que lidar com quaisquer cantores. Mas, na realidade, há uma quantidade muito limitada de pessoas que podem suportar. Para ser honesto com você, eu não sou um grande fã de música instrumental, eu mesmo."

Imagem

"Soa hipócrita para alguém que lançou tantos álbuns instrumentais, mas eu acho que é o padrão para o qual eu faço a minha música instrumental. É como alguém que não pode suportar música instrumental; Ela tem que estar neste nível. É muito além de mostrar seus "chops" e mostrar o que você pode fazer. E a pior coisa é a versatilidade, porque eu não quero ouvir uma música country, uma canção de blues, uma canção de metal, um rap todos no mesmo álbum. Um monte de caras do instrumental tendem a fazer isso, porque é como um currículo, o que é bom para um currículo, mas não para um disco para ouvir."

"Para desenvolver a sua própria identidade como guitarrista, é divertido fazer coisas instrumentais, mas entre em uma banda".

"Gosto muito mais de tocar em uma banda".

"Há quatro músicas do meu novo álbum 'Inferno' com vocais, então tem um clima de banda em alguns delas. É quase como Cacophony [que] tinha algumas músicas vocais e algumas músicas instrumentais. Algo como isso, mas há mais instrumentais no 'Inferno'."

"Banda é o que há... Quanto mais você tocar com a sua banda, mais identidade terá como guitarrista".

"A música instrumental é uma espécie de beco sem saída".

"Eu odeio ser negativo, mas esta é a realidade.

"Há apenas tantas pessoas que querem ouvir tanto a guitarra e muitos deles são guitarristas."

"Outra coisa - guitarristas nem mesmo gostam de ouvir guitarristas".

A transcrição da entrevista completa (em inglês) e o vídeo você pode ver no site abaixo:

http://www.blabbermouth.net/news/marty-friedman-to-up-and-co...

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

http://whiplash.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário